ós estamos escutando de muitos pais que estão frustrados que a pandemia os está impedindo de permanecer envolvidos com os serviços que exerciam nas suas paróquias e comunidades. É bom querer fazer a diferença, mas muitos estão perdendo uma oportunidade super importante  de servir a Deus. Em nossas casas! Você sabia que, desde que a Igreja surgiu, educar os filhos é um apostolado? Mesmo que pensemos em “apostolado” como “as coisas de igreja que nós fazemos na Igreja – ou servir os outros”. Apostolado é, na verdade, qualquer atividade que nos permite comunicar o amor de Deus a outra pessoa. Se educar os filhos não é isso, eu não sei o que é. A seguir, algumas formas que você pode experimentar e encorajar um espírito de serviço cheio de significado em casa.

Dar de comer a quem tem fome 

Os membros da família realmente abençoam uns aos outros quando eles criam um ambiente saudável ao redor da mesa para comunhão e diálogo, e quando gastam tempo em planejar refeições amorosas e nutritivas. Várias pesquisas revelam os benefícios de famílias se reunirem e realizarem refeições juntos, incluindo desde saúde física e mental, até melhor desempenho acadêmico e maior satisfação na vida e em relacionamentos. Adicione “crescer em santidade” na lista!

Dar de beber a quem tem sede

Qual pai nunca recebeu o pedido de buscar água a uma criança com sede no meio da noite? Levantar-se e servir àquela criança com compaixão é uma obra de misericórdia que relembra ao filho que suas necessidades são importantes e que ele (ou ela) vai ser ouvido e amado mesmo quando for inconveniente para nós.

Vestir os nus

Encontrar a graça da paciência enquanto estiver lidando com uma criança pequena que só quer vestir a blusa azul ou ajudar uma adolescente a se vestir de forma atraente e modesta não é apenas uma questão de paciência; é uma oportunidade de ajudar seus filhos a lembrar o seu valor aos olhos de Deus!

Abrigar os desabrigados

Colocar o pensamento, tempo e esforço em fazer a sua casa um local aconchegante, trabalhando para que seja bela e organizada, além de confortável e hospitaleira, é uma forma incrível de relembrar a você e sua família da sua dignidade como filhos de Deus. E ensinar a sua família a serem bons guardiões daquilo que lhe foi dado é uma importante lição de gratidão a Deus.

Visitar os doentes

Quando você responde de forma amorosa a uma criança doente, recusando-se a tratá-la como um fardo ou um inconveniente, mesmo que a doença torne a rotina um caos, você está praticando a misericórdia, crescendo em santidade pessoal e mostrando ao seu filho o valor que ele (ou ela) tem aos seus olhos e aos olhos de Deus.

Visitar os presos

Uma coisa é mandar seus filhos para o quarto por um tempo quando fizeram algo de errado, mas quando nós os visitamos alguns minutos depois, falamos sobre os seus erros, os ensinamos o que devem fazer e trabalhamos para curar as suas dores e reconstruir o seu relacionamento, nós estamos praticando misericórdia e mostrando aos nossos filhos que eles ainda são valiosos aos olhos de Deus e aos seus, mesmo quando fazem besteira.

Enterrar os mortos

Ajudar as crianças a lidarem com as tristes transições da vida, sendo a morte de um animal de estimação, de um parente ou outras ocasiões que podem virar a vida da família de cabeça para baixo, requer uma incrível compaixão e sensibilidade, especialmente quando estamos lidando com nosso próprio luto. Fazer isso permite que nossos filhos se conectem com a amorosa presença de Deus mesmo em tempos de tristeza.

***

À medida que nos mantemos isolados em casa, as famílias estão experimentando um grande momento de estresse e frustração. Esse é o momento que necessitamos olhar para novas formas de cuidar dos outros e desenhar um novo significado para o serviço que praticamos em casa. Vamos usar esse tempo para praticar o serviço da vida familiar e celebrar as graças da nossa igreja doméstica.

_____________

Autor: Greg e Lisa Popcak

Casados e anfitriões do programa de rádio More2life. Ele é fundador e diretor da Pastoral Solutions Institute, além de escritor de livros que integram uma sólida Teologia e aconselhamentos psicológicos. Ela é vice-presidente da Pastoral Solutions Institute, além de professora e Coach certificada de vida familiar.

Fonte: Teaching Catholic Kids

Traduzido por Maria Augusta Viegas – Membro do Grupo de Estudos YOUCAT Dating São Judas Tadeu e Voluntária no Núcleo de Tradução.

Deixe seu comentário